AVISO


Aqui o (Des)Acordo Ortográfico não entra!
Sugestões e comentários são bem-vindos mas feitos de viva voz ao autor
.

20150128

Túmulo do Bispo D. João Vicente

Túmulo de D. João Vicente no claustro da Sé Catedral de Viseu

D. João Vicente, Bispo de Viseu entre 1446 e 1463  foi conhecido por "Bispo Azul", por ter trazido para Portugal a Ordem dos Cónegos Seculares de São João Envangelista, os frades Lóios, que vestiam de azul e também eram conhecidos como os "Padres azúis".
O túmulo construído no século XV, em granito é uma arca tumular que tem na tampa uma estátua jacente, com a cabeça coberta por uma mitra respousando sobre duas almofadas. O bispo veste uma casula ao gosto gótico e as mãos, cruzadas sobre o peito, seguram o báculo. A arca tumular, apoiada sobre leões, pertenceu à antiga Capela do Espírito Santo, mandada construir por D. João Vicente e destinada a receber o seu sepulcro. A capela passou a ser designada como Capela de Jesus ou do Calvário, por nela ter sido colocado um quadro de Grão Vasco. Em 1944 foi transformada em capela baptismal, encontrando-se actualmente o túmulo no Claustro da Sé de Viseu.
D. João Vicente natural de Lisboa, também bispo de Lamego,  cargo que ocupou antes de vir para Viseu, foi um dos mais ilustres prelados viseenses. Graduado em Medicina pela Universidade de Lisboa, onde ensinou durante sete anos, foi nomeado por D. Duarte para Físico-mor do Reino. Pessoa de confiança da casa real, acompanhou à Flandres a Infanta D. Isabel filha de D. João I, noiva de Filipe-o-Bom, duque de Borgonha. Fez a reforma da Ordem de Cristo, da qual foi Visitador, a pedido do Infante D. Henrique, 1º Duque de Viseu. Faleceu em Viseu, no dia 30 de Agosto de 1463, com oitenta e três anos de idade, rodeado da fama de santidade.

Grafitti de Viseu


Grafitti e tags algures em Viseu


O Infante D. Henrique, olha o passarinho...

"Somebody Call The Doctor"


"Somebody Call The Doctor", vídeo realizado por Kat Robichaud [saber+] para o álbum de estreia - "Kat Robichaud and The Darling Misfits" [p. oficial]

20150127

Candeeiro do Mestre Malho


Estava assim há poucas horas e assim deverá continuar [ver] o candeeiro da Rua do Adro, um trabalho do Meste Malho - "O Poeta do ferro", no dizer de Mestre Aquilino Ribeiro...

20150126

Grafitti Viseu


"coração fantasma" - grafitti algures em Viseu

Azulejos de Viseu


Azulejos e argola para prender animais de sela ou carga na Quinta da Cruz, Viseu

As Melhores de 2014

Pneu de tractor no "Lago da Cava de Viriato"

 Pormenor da iluminação inútil existente na "Cava de Viriato"

Aqui ficam de novo duas das melhores imagem "desaparecidas" e a parte final do respectivo texto publicado no passado dia 16 de Agosto:

Realmente é uma vergonha que apenas na véspera duma visita guiada que irá percorrer o perímetro duma antiga fortaleza muito provavelmente uma construção muçulmana datável do séc X, construída em terra batida e considerada "Monumento Nacional", tenham ido varrer as ruas, limpar a valetas e retirar parte do "lixo". Quando a água que ainda existe no antigo fosso secar, o "lixo" agora submerso irá ficar à vista, será que nessa ocasião voltam para limpar o que restou? e as árvores caídas sobre a água e os silvados e o matagal vizinho quando serão erradicados? Claro que esta é uma boa notícia mas as grandes questões - limpeza e iluminação adequada, infelizmente continuam por resolver. É como diz o povo: "Só se lembrem de varrer, quando passa a procissão!"

Portões de Viseu


Portão, candeeiro e  4 (quatro) armários eléctricos na Rua do Heróis Lusitanos - "Cava de Viriato"

Majid Jordan - "Forever"


"Forever", vídeo realizado por Common Good para o EP - "A Place Like This" da dupla canadiana Majid Jordan (Majid Al Maskati e Jordan Ullman) [Facebook] e [Canal YouTube]

20150125

Allie X - "Catch"


"Catch", vídeo realizado por Jérémie Saindon para o LP de estreia de Allie X - "ColleXion I", com saída prevista para o próximo dia 7 de Abril [Facebook]

Grafitti de Viseu


Grafitti e tag (FUIE) encontrados em Viseu

A Vedação do Funicular


Pois é desta vez foram rápidos mas talvez por causa da pressa (?), esqueceram-se do fio de prumo e também ficou a faltar um parafuso, embora tenha sobrado uma anilha...

20150124


Futebol Feminino - Taça de Portugal - 4ª Eliminatória
Domingo, 25 de Janeiro 2015 - 15H00 
Campo 1º de Maio - Fontelo - Viseu
Viseu 2001 vs Valadares Gaia F.C.

A Vedação do Funicular


A vedação do funicular que "foi vandalizada" [ver] foi rapidamente reparada (o conserto já estava ontem ao final da tarde efectuado) por esse motivo há que reconhecer o esforço da câmara municipal. Apertar uns parafusos e dar umas marteladas para desempenar as bases foi fácil mas uma vez ficou a faltar um dos cinco pilaretes, é legítimo pensar que não existe nenhum de reserva e o que falta não foi furtado mas levado para a oficina para reparação. O pilarete virtual destina-se a demonstrar como a vedação seria mais visível se pintada com cores indicativas de perigo e fluorescentes, para diminuir o número de acidentes que o presidente da câmara, Dr. Almeida Henriques classificou de "actos de vandalismo".
P.S. - O meu agradecimento à página do Facebook - "Aqui Mora Gente - Centro Histórico de Viseu" [ligação] que tanto tem irritado a câmara municipal, pela divulgação do meu trabalho.

Voltei a Encontrar no Campo de Viriato


Estrado de barraca da Feira Anual de Viseu que há mais de quatro meses ficou esquecido no Campo de Viriato...


No vão da escada, algures em Viseu

Grafitti Viseu


Grafitti  algures em Viseu - "RUMO"

Heymen - "If I Play Your Game"

from

"If I Play Your Game", vídeo realizado por Scott Altman para o primeiro single do quarteto Heymen [Facebook] e [Saber +]

20150123

"Grupo apreensivo por não receber"

Autocolante claque "Ultras Académico de Viseu"

Andam complicadas as coisas lá para o Fontelo porque a equipa profissional de futebol do novo académico - "Académico de Viseu Futebol Clube", depois de ter conseguido com o regresso do treinador, Ricardo Chéu deixar os últimos lugares da tabela classificativa da segunda liga e manter-se com alguma estabilidade nos lugares do meio, está a passar por dificuldades financeiras, os jogadores estão descontentes, situação que já será habitual, e o presidente esteve incontactável o que não será tão habitual [ler].

O Tareco



O Tareco tem sido um gato pouco afortunado, em tempos foi bem estimado mas depois ter perdido o olho direito, foi desprezado pelos donos que arranjaram outro gato para ocupar o seu lugar. O olho vazado deve ter sido consequência de uma luta com outro gato que pretendia acasalar com a mesma gata. Mas isso é natural que tenha sucedido. Mas os "azares" do Tareco não se ficaram por aí... volta meia volta, aparece arranhado e ensanguentado porque, apesar de debilitado e com dentes partidos, continua a querer competir pelas fêmeas mas muito mais grave são os maus tratos e tentativas, até agora goradas, de lhe tirar a vida. Ainda há pouco apareceu com um grande golpe no lombo, provocado por alguma enxada ou foice. A tudo este sem abrigo tem conseguido resistir graças à ajuda dos vizinhos que o alimentam e tratam das suas feridas.

P.S. - O meu amigo Tareco foi atropelado por uma motorizada e ficou tão ferido que teve de ser abatido. Por esse motivo volto a repetir o texto ("O Maltratado Tareco") e a fotografia publicada no dia 5 de Maio de 2014 que mãos ainda desconhecidas "rapinaram" do blogue.

A Casa da Calçada

 Escudo sob coronel de nobreza
Partido - I  - Sampaio. II - Cortado de: 1 Melo. 2 - Pereira
(MATTOS, Armando de - "O Tombo Heráldico de Viseu", Gaia, Oficinas da Sociedade Editorial Pátria - Lda, 1932, p.14 ) – citado em “Solares e Brasões"[ligação]

A Casa da Calçada, na Calçada da Vigia, é uma casa senhorial do século XVIII que pertenceu ao cónego Francisco José de Sampaio e Melo. Mais tarde foi residência do primeiro Correio-Mor de Viseu, Câmara Municipal e Escola Feminina. É uma construção barroca de planta longitudinal com um corpo principal e dois anexos. A fachada é simétrica com cinco janelas no piso superior, no inferior duas janelas e dois olhos de boi, a ladear a porta, sobre a qual se encontra um brasão – escudo sob coronel de nobreza, com as armas de Sampaio, Melo e Pereira. O edifício foi desenhada pelo arquitecto António Mendes Coutinho, de Lamego que foi discípulo de Nicolau Nasoni. Propriedade  municipal vai ter em breve grandes obras de restauro e adaptação para ser utilizada como museu.


Mensagem nº 8.888


Batente, corrente, aloquete e fechadura no centro histórico de Viseu. Se tivesse assim protegido as minha fotos, não estariam "desaparecidas"...

As Melhores de 2014


Letreiro muito bem afixado numa das bilheteiras da Feira Anual de Viseu, realizada em 2014 e erroneamente designada como "Feira de São Mateus". Bem me lembro das enormes filas que se formaram para adquirir os ingressos porque a grande inovação - o novo sistema de bilhética, além de ter tornado a venda mais vagarosa ainda obrigou à utilização de mais pessoal para assegurar que os visitantes, nos dias ou horas de entrada livre, passavam pelos torniquetes para possibilitar a contagem. O sistema permitiu confirmar à saciedade que o número mágico - "1 milhão de visitantes ou ainda mais", não era mais que uma mistificação porque o número oficial de visitantes foi apenas de 800.000 [ler].

Fotografia publicada em 7 de Setembro de 2014 para ilustrar um pequeno texto com o titulo - "Para Revitalizar a Feira" que repito, com a simbologia de "imagem proibida", para avivar memórias.


Este ano pela primeira vez as entradas na Feira de "São Mateus" estão a ser controladas por um sistema de torniquetes e nos dias de entrada livre, nos acessos sem bilheteiras e torniquetes, a contagem é feita discretamente com contadores manuais operados pelo pessoal da empresa de vigilância de serviço no recinto. O número de visitantes andará muito próximo do meio milhão, apenas metade do fantástico número que há anos vinha a ser alardeado pela organização. Mas esses números não são motivo de preocupação para o presidente da câmara, Dr. Almeida Henriques que continua a acreditar que esse mirífico número possa vir a ser alcançado. O autarca está satisfeito porque as receitas irão atingir e até superar o milhão de euros, orçamentado para despesas. Se tivessem instalado terminais de multibanco nas bilheteiras a despesa aumentaria um pouco, porém apesar dos custos, talvez na próxima feira anual já seja possível usar esse meio de pagamento tão cómodo que existe por toda a parte.
Fonte: Sandra Ferreira no "JN", edição de 30 de Agosto de 2014 [ligação].

"Onde há Gato, não há Rato"...


"Onde há Gato, não há Rato"... gato tigrado encontrado na Meia Laranja

Grafitti de Viseu


Grafitti algures em Viseu - bombing "POK"

Red Pèrill - "Fuckin' People"


"Fuckin' People"  vídeo realizado por Victor Rubio e Vicenç Torrent para o primeiro disco - "Planeta Crunch" do catalão Red Pèrill, alter ego de Marc Mate [Facebook]

20150122

Caixas de Correio # 62


Caixa de Correio em Orgens